Sedução

Para uma menina tímida

Querida (nome), há muito tempo eu venho criando coragem para poder lhe dizer algumas coisas, mas como sei que você é tímida e como também sou um pouquinho encabulado, vou tentar lhe dizer o que sinto da maneira mais suave do mundo.
Sabe, eu gosto muito de você e sinto, no seu olhar e nos seus gestos, que você também gosta de mim, mas não sei o que acontece que não conseguimos nos aproximar de verdade, que não conseguimos abrir os nossos corações um para o outro.
Delicada do jeito que você é, tenho até medo que esta carta tenha o efeito contrário ao que eu desejo, que é chegar mais perto de você, mas resolvi me arriscar a escrever esta carta, pedindo-lhe para que não tenha medo de mim, para que não tenha medo de se aproximar de mim, pois eu só lhe desejo o bem.
Quero que você saiba que a sua delicadeza de gestos, a sua delicadeza ao falar, ao me tocar, a sua delicadeza manifesta em todas as horas do dia e da noite me encanta até o ponto mais profundo de meu coração, e é por isso que eu gosto tanto de você.
Mais uma vez eu lhe peço que não fique assustada com esta minha iniciativa, pois em algum momento alguém teria que se aproximar um pouco mais. Achei que a carta fosse um modo bem discreto, que combinasse mais com o seu jeito de ser. Portanto, se você acha possível conversarmos a respeito desse sentimento profundo que eu nutro por você, quando nos encontrarmos novamente basta você me dizer (bem baixinho!) que gostou desta cartinha que eu estou lhe enviando agora.

Aguardo essa resposta. Com carinho,
(assinatura)