Desculpa

Me desculpe, pulei a cerca!

(nome),

Meu amor, permita-me que ainda lhe trate assim, sei que pisei na bola nesses últimos dias, por isso envio-lhe essa cartinha com a esperança de que você seja superior mais uma vez e me desculpe. Quando eu lhe disse que ia pular o Carnaval, posso garantir que era essa a minha única intenção, mas acabei, também, pulando a cerca.
Sei que errei mais uma vez, mas é difícil estar diante de tantas “comissões de frente” e “tambores” de tamanhos e cores diferentes desfilando com tanta “harmonia”. . É quase impossível resistir. É difícil não sucumbir a tanta diversidade, a um “conjunto” tão perfeito.
É duro admitir, mas no quesito “fantasia”, acho que tirei nota 10, nota 10! Foram muitos os “enredos”, alguns inconfessáveis, e “alegorias” que passaram na minha cabeça durante a evolução das escolas na avenida.
Mas quero que você saiba que continua sendo a Porta-bandeira de meu coração e que eu serei sempre o seu Mestre-sala.
Tenho certeza que você não fará um “Carnaval” por causa desse meu pequeno deslize e me perdoará.

Um beijo, minha querida.
(Assinatura)